droga-raia-drogasil-pague-menos

Como utilizar o medicamento para crises epiléptica e da Síndrome de Lennox-Gastaut?

Qual a origem?

O Amato é um medicamento que faz parte da classe dos anticonvulsivantes, e é indicado para os seguintes casos:

  • Tratamento da enxaqueca;
  • Crises de desmaio;
  • Tratamento da convulsão.

Entretanto durante a realização de estudos e experimentos sobre este foram observados o emagrecimento de diversos pacientes e em outros que apresentavam comportamentos compulsivos de agressividade, alimentação, sexual e jogos, tinha em algum nível um contingenciamento, uma redução, uma contenção desses comportamentos compulsivos/impulsivos.

Deste modo, este remédio está sendo indicado também como complemento no tratamento do transtorno da compulsão alimentar, 30% a 60 % das pessoas que apresentam obesidade, também apresentam também o transtorno da compulsão alimentar.

O transtorno da compulsão alimentar é um conjunto de comportamentos, que leva a um prejuízo pessoal importante, o sintoma principal é a compulsão alimentar, ou seja, ingerir quantidade muito grande de alimentos sem estar com a sensação de fome, sem ter condição de controle, de maneira muito rápida.

Em algumas vezes, não percebendo a temperatura, textura e o sabor desses alimentos, esse comportamento geralmente ocorre quando a pessoa está sozinha, longe de amigos, familiares, ou qualquer um que possa observá-la, em caso mais grave, durante a compulsão, a pessoa faz a ingestão de alimentos doces e salgados ao mesmo tempo, sem pertinência cultural.

Desta maneira, se 2\3 das pessoas que são obesas e apresentam transtorno de compulsão alimentar, é muito relevante, muito importante tratar essa condição, haja vista que a pessoa que sofre com transtorno alimentar, terá um grande acúmulo energético e consequentemente terá ganho de peso, pressão alta, risco de diabetes e alteração de colesterol.

Uma vantagem no que se refere a utilização deste remédio é que ele possui fácil aquisição, visto que possui um preço bastante acessível podendo ainda ser obtido em farmácias de manipulação.

O que diz na bula?

Este é um dos medicamentos mais estudados e indicados para o tratamento do transtorno da compulsão alimentar, ele emagrece de maneira indireta, quando está sendo usado no paciente com obesidade, que apresenta o transtorno da compulsão alimentar, e o tratamento dessa compulsão alimentar reduz a ingestão calórica.

Pode estar associado a outro medicamento?

Ele normalmente está associado a outro medicamento. Nos casos de transtorno da compulsão alimentar mais grave, o medicamento pode ser associado a fluoxetina, sem interações medicamentosas graves, ou com prejuízo ao paciente, obviamente com avaliação médica e individualizada caso a caso, e diferente do que o senso comum pensa, tem um entendimento errôneo, de que todos medicamentos controlados podem causar dependência, isso não é verdadeiro, visto que este fármaco é prescrito em receituário controlado, duas vias, onde uma via do receituário fica na farmácia, para o controle da vigilância sanitária e a outra com o paciente para ter as orientações necessárias.

Como dito acima, este medicamento não causa dependência, portanto pode ser usado por períodos de médio a longo prazo, dependendo da necessidade do paciente que está sendo avaliado e tratado, pessoas com cálculos renais podem usar o medicamento, porém é necessária cautela, visto que o medicamento pode formar outros cálculos, neste caso o paciente pode agir de maneira preventiva ingerindo mais quantidade de água.

Qual a dosagem recomendada?

As dosagens deste remédio são bastante flexíveis, ou seja, são doses que variam de acordo com o perfil de cada paciente.

Como deve ser armazenado?

O medicamento deve ser armazenado em um ambiente com temperatura entre (15º e 30º C) e longe de umidade.

Qual a validade?

A validade deste fármaco é de um ano, a partir da data de fabricação, que está impressa na embalagem.

Quais são as contraindicações?

As contraindicações do remédio são as seguintes:

  • Em pacientes alérgicos a quaisquer excipientes presentes no comprimido;
  • Em casos de cálculo renal o médico deverá ser informado, para prevenir que novos cálculos apareçam;
  • Pacientes que operam máquinas, ou dirigem, é preciso cautela ainda maior, isto porque medicamento pode causar a diminuição da atenção e concentrar, distorce a visão, e consequentemente afetar a capacidade de operar maquinas ou dirigir;
  • Não deve ser consumido também por gestantes, ou mulheres que estejam em período de amamentação, em caso de gravidez posterior ao início do tratamento, informe seu médico.

Como deve ser tomado?

O uso do medicamento normalmente é feito 2x ao dia, no entanto, em hipótese nenhuma, se automedique, tome o medicamento conforme prescrição médica.

O ideal é que faça a ingestão do comprimido com bastante agua, evitando partir o comprimido ou mesmo triturá-lo.

Não interrompa o tratamento sem a orientação médica.

Este é um comprimido revestido, contendo como princípio ativo o topiramato, os comprimidos podem ser encontrado na versão de 25 mg, 50 mg ou 100 mg, nas embalagens contendo 12 ou 60 comprimidos.

Como tomar a dosagem 25mg?

A versão de 25 mg contém o topiramato mais os excipiente: colpovidona, lactose, amido, celulose microcristalina, hipromelose, amidoglicolato de sódio, dióxido de titânio, dióxido de silício, estearato de magnésio e macrogol.

Como tomar as dosagens 50mg e 100mg?

A versão de 50 mg ou 100 mg contém o topiramato mais os excipientes: óxido de ferro amarelo, dióxido de titânio, lactose, dióxido de silício, celulose microcristalina, colpovidona, amido, amidoglicolato de sódio, hipromelose, estearato de magnésio, macrogol.

O remédio rapidamente absorvido pelo organismo e seu pico na corrente sanguínea ocorre em um período de 2 a 3 horas após a ingestão.

Quais são os efeitos colaterais?

Sabe-se que nenhum medicamento é isento de riscos, porém pode-se dizer que os efeitos colaterais provenientes da ingestão deste medicamente são bastante leves, quando se comparado a outros que possuem a mesma finalidade.

Dentre os principais efeitos colaterais, pode-se citar:

  • Boca seca;
  • Dor de cabeça (cefaleia);
  • Cansaço;
  • Distúrbio de visão;
  • Depressão;
  • Sensação de formigamento.

E em alguns casos há relato de:

  • prejuízo de memória, atenção e concentração.

A boa notícia é que se infelizmente estes efeitos colaterais acontecerem, ou serão temporários e logo do tratamento passarão ou se não forem temporários e o medicamento for retirado, conforme a orientação médica, esses sintomas desaparecerão, sem deixar sequelas.

Qual é o preço?

O preço deste medicamento varia entre R$ 35,00 a R$ 157,00, de acordo com o local em que for adquirido.

Onde Comprar?

Por ser um fármaco bastante popular ele pode ser encontrado em todas as farmácias e drogarias do Brasil. Vale ressaltar que as vendas pela internet são proibidas, devido a retenção da receita médica.

Clique aqui para voltar para a seção com diversas medicinas.